Polícia Civil prende homem por porte ilegal de arma de fogo e posse de munições de uso restrito

Ticker

6/recent/ticker-posts

Polícia Civil prende homem por porte ilegal de arma de fogo e posse de munições de uso restrito

Polícia Civil prende homem por porte ilegal de arma de fogo e posse de munições de uso restrito
Foto Divulgação PC

Durante cumprimento de mandado de busca e apreensão, a Polícia Civil prendeu em flagrante D.V.F., de 23 anos, por porte ilegal de arma de fogo e posse de munições de uso restrito. A prisão ocorreu na manhã de hoje, 6h20min, em Paranhos-MS, por equipes da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros (Garras), Seção de Investigações Gerais (SIG) da Delegacia de Amambai-MS, em conjunto com policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC) da Delegacia de Polícia Civil de Araçatuba-SP.

De acordo com as informações levantadas, a ordem judicial foi expedida pela justiça paulista, no âmbito da operação Varsóvia, em investigação conduzida pela Polícia Civil de São Paulo, com a finalidade de apreender documentos, celulares, e demais objetos de interesse.

Na posse do investigado, os policiais apreenderam uma pistola Glock 9mm, 90 munições calibre 9 mm, 8 munições calibre .32, 01 munição calibre .45, 01 munição calibre .38, 01 munição calibre 454 (uso restrito), 01 munição calibre 762/39 (uso restrito) e 9 carregadores, sendo um deles estendido, com capacidade para 30 munições, além de 8 carregadores com capacidade para 17 munições.

O conduzido foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Paranhos para as providências legais, local em que foi ratificado a prisão pela Autoridade Policial. Em interrogatório, o indivíduo confessou que comprou a arma na cidade de Paranhos-MS, para defesa pessoal, tendo comprado algumas munições no país vizinho (Paraguai).

Dessa forma, a Polícia Civil retirou, no dia de hoje, uma arma de fogo e várias munições portadas de maneira ilegal, evitando delitos que poderiam ser causados.

Fonte: Redação

Postar um comentário

0 Comentários