Navio cargueiro com milhares de carros de luxo da Porsche e da Bentley está em chamas e à deriva no Atlântico, diz jornal

Header Ads Widget

Ticker

6/recent/ticker-posts

Navio cargueiro com milhares de carros de luxo da Porsche e da Bentley está em chamas e à deriva no Atlântico, diz jornal

Imagem do navio Felicity Ace, que pegou fogo no Atlântico — Foto: Divulgação/Marinha de Portugal
Imagem do navio Felicity Ace, que pegou fogo no Atlântico — Foto: Divulgação/Marinha de Portugal


Um navio que levava carros das marcas Porsche, Audi e Bentley da Alemanha para os Estados Unidos pegou fogo perto da Ilha dos Açores, de Portugal, no Oceano Atlântico, disse nesta sexta-feira (18) um porta-voz da Volkswagen.
O barco tem bandeira do Panamá, e deixou o porto de Emden, na Alemanha, onde a Volkswagen tem uma fábrica, para Davisville, nos EUA.

Havia 22 marinheiros no navio, e todos foram retirados na quarta-feira, quando o fogo começou. Não há feridos, de acordo com a Marinha de Portugal.
Cerca de 1.100 carros da Porsche e 189 da Bentley estão no navio, de acordo com um porta-voz das marcas. A Audi confirmou que alguns dos veículos também estão no barco, mas não especificou quantos e nem se há danos.

Segundo o jornal alemão “Handelsblatt”, um email da Volkswagen dos EUA diz que há 3.965 carros das marcas VW, Porsche, Audi and Lamborghini
A Volkswagen não confirmou o número total de carros e disse que aguarda mais informações.

Problemas elétricos causam acidentes

O youtuber Matt Farah, que tem um canal sobre carros, disse que foi procurado por uma concessionária que disse a ele que um automóvel que ele havia encomendado está entre os carros no navio. “Meu carro está à deriva, possivelmente em chamas, no meio do oceano”, ele disse.
Na noite de quinta-feira (17), um capitão do porto de Açores disse a uma agência de notícias portuguesa que ainda há fogo, mas que está sob controle.

James Turner, um advogado especializado em disputas que envolvem transporte de carga, disse que problemas elétricos são causas comuns de incêndios. Ele afirmou que se há baterias de íons de lítio no navio, será preciso um equipamento específico para combater as chamas. Geralmente, afirma, esses navios têm diferentes pisos e cada um é isolado, o que pode conter os danos.

Fonte: G1

Postar um comentário

0 Comentários