Sem bombeiros, moradores resgataram jovens de acidente com 3 mortes

Header Ads Widget

Ticker

6/recent/ticker-posts

Sem bombeiros, moradores resgataram jovens de acidente com 3 mortes

Momento em que vítimas eram socorridas de acidente grave. (Foto: Direto das Ruas)

Não há unidade de resgate na região, as vítimas foram socorridas por enfermeiros e moradores das redondezas

Sem unidade especializada na região, as vítimas do acidente que terminou com três mortes foram resgatadas por enfermeiros do Hospital São Vicente de Paulo e moradores da redondeza. O acidente aconteceu por volta das 4h30, no Km 95 da MS-384, entre as cidades de Antônio João e Bela Vista.

Até um trator foi utilizado para abrir a porta do VW Voyage, que ficou destruído, e retirar os sobreviventes presos às ferragens. A unidade do Corpo de Bombeiros mais próxima fica em Jardim, distante 89,5 km. A viagem de carro dura cerca de 1 hora.

Local do acidente com montagem divulgada por moradores de Caracol. (Foto: Reprodução)

Tragédia - Segundo boletim de ocorrência, seis pessoas, entre 17 e 23 anos, tinham acabado de sair de uma festa em Antônio João e seguiam em um VW Voyage para Caracol quando, por algum motivo que ainda será investigado, o motorista de 23 anos perdeu o controle da direção e o carro capotou. O veículo foi parar em área de vegetação, às margens da rodovia.

Honorato Henrique Leite Alves, 17 anos, e Bárbara Ormay, 19 anos, foram arremessados e morreram no local. Leonarda Ajala Vilalba, também de 17 anos, chegou a ser socorrida, mas não resistiu. Os outros três jovens, incluindo o motorista, foram levados para o hospital da região e passam bem.

Transferência - O caso mais grave foi de uma das sobreviventes de 18 anos, que sofreu traumatismo craniano, trauma de tórax e foi transferida para a Santa Casa de Campo Grande. Conforme a assessoria de imprensa da unidade, a paciente está acordada e orientada, aguardando avaliação da equipe da cirurgia torácica. Ela já foi avaliada pelos médicos neurologistas, que descartaram procedimento cirúrgico.

O prefeito de Caracol, Neco Pagliosa, decretou luto oficial pelas mortes das vítimas. Ontem, a hashtag "Caracol de luto" tomou conta das redes sociais de parentes e amigos das vítimas no município, com pouco mais de 5 mil habitantes.

Fonte: Campograndenews

Postar um comentário

0 Comentários