PRF apreende arsenal de mais de cinquenta pistolas e carregadores em ação conjunta com a Receita no Paraná

Header Ads Widget

Ticker

6/recent/ticker-posts

PRF apreende arsenal de mais de cinquenta pistolas e carregadores em ação conjunta com a Receita no Paraná

Divulgação PRF

As armas estavam escondidas no tanque de combustíveis de um carro e iriam abastecer as organizações criminosas de Santa Catarina

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu no início da tarde desta quinta (5), em Santa Terezinha de Itaipu (PR), na região oeste do estado, 51 pistolas automáticas de diversas origens estrangeiras, além de 57 carregadores sobressalentes; durante uma ação de repressão ao crime organizado em conjunto com a Receita Federal na BR-277.

Por volta das 12h, os policiais rodoviários federais realizavam uma ação conjunta com os agentes da Receita Federal em frente a base da PRF quando abordaram um Renault/Sandero alugado, ocupado por um homem.

Dentro do porta-malas do veículo, alugado em Navegantes (SC), havia diversas mercadorias de pequeno valor que o homem levaria para Balneário Camboriú (SC), onde mora.

Devido ao extremo nervosismo demonstrado por ele durante a fiscalização, os policiais realizaram uma busca minuciosa no veículo. Através da expertise policial, foi localizado escondido dentro do tanque de combustíveis do automóvel, a mercadoria contrabandeada.

Acondicionadas dentro de sacos plásticos, haviam cinco pistolas calibre 9mm da marca Bersa, de origem argentina; cinco pistolas 9mm, marca HS de origem croata; 41 pistolas 9mm da marca Canik TP9, de origem turca; além dos 57 carregadores sobressalentes.

Preso em flagrante, por tráfico internacional de armas de fogo, o homem foi encaminhado, juntamente com o arsenal apreendido, para a polícia judiciária em Foz do Iguaçu (PR).

Este é o segundo grande prejuízo causado às organizações criminosas de Santa Catarina, em menos de uma semana, pela PRF no Paraná. No sábado (31), foram apreendidas 30 pistolas e 86 carregadores em Guarapuava (PR) com destino ao estado vizinho.

Fonte: Assessoria

Postar um comentário

0 Comentários