Taxa de contágio cai em MS e secretário reforça que não é hora de afrouxar medidas restritivas

Header Ads Widget

Ticker

6/recent/ticker-posts

Taxa de contágio cai em MS e secretário reforça que não é hora de afrouxar medidas restritivas

Secretário do estado de Saúde (SES) Geraldo Resende — Foto: Redes Sociais

Segundo SES, a taxa de contágio chegou a 0,96% e, nas últimas 24 horas, 34 pessoas perderam a vida em todo o estado.

A taxa de contágio da Covid-19 caiu nos últimos três dias e, nesta segunda-feira (5), atingiu 0,96%. Durante coletiva de imprensa, o secretário de saúde do estado, Geraldo Resende, afirmou que o número reflete a vacinação em massa de 13 cidades da fronteira e também de medidas restritivas.

Conforme Resende, atualmente no Mato Grosso do Sul, 715 pessoas estão internadas, ou seja, a metade do quantitativo de 3 semanas atrás. Ele ainda afirmou que praticamente todas as cidades do estado possuem leitos de UTI Covid disponíveis, diferente do colapso de semanas em que quase 300 pessoas aguardavam na fila à espera de um leito.

Geraldo ainda destacou o grande estudo de imunização e reafirmou que as outras 66 cidades ganham com o projeto: "hoje por exemplo, 20 mil doses que fazem parte do quantitativo das que foram enviadas pelo Ministério da Saúde, 7.450 doses da Janssen foram destinadas para Campo Grande", e ainda acrescentou.

"Campo Grande está indo muito bem na imunização e será uma das capitais que mais imuniza em todo o país", explicou. Dados do novo boletim epidemiológico apontam que nessa segunda-feira, a ocupação dos leitos de UTI adulto está em 81%. Dos 467 existentes, 379 leitos estão ocupados.

Nas últimas 24 horas, 317 pessoas testaram positivo para a doença, 34 pessoas perderam a vida e desde o início da pandemia, foram registrados 8.365 óbitos. Apesar da letalidade, até agora 320.253 pessoas venceram a Covid em Mato Grosso do Sul.

Fonte: G1

Postar um comentário

0 Comentários