Polícia apreende cerca de 2t de maconha após investigações em cidades da fronteira

Header Ads Widget

Ticker

6/recent/ticker-posts

Polícia apreende cerca de 2t de maconha após investigações em cidades da fronteira

Crédito: Osvaldo Duarte/Dourados News

Ontem segunda-feira (14), dois entrepostos usados para armazenamento de drogas foram fechados em duas cidades de Mato Grosso do Sul localizadas na linha de fronteira com o Paraguai.

As operações foram realizadas pela Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira).

Juntas, as apreensões efetuadas em Ponta Porã e Coronel Sapucaia totalizaram quase duas toneladas, conforme informações repassadas ao Dourados News na chegada dos policiais civis na sede DOF (Departamento de Operações de Fronteira) na noite de ontem (14), em Dourados.

Ponta Porã

Dayane e Rogério foram flagrados com aproximadamente 1,5 tonelada de maconha dividida em tabletes no município de Ponta Porã, cidade que faz fronteira com Pedro Juan Caballero, Paraguai. A droga estava armazenada em residência localizada no bairro Julia Cardenal.

Caminhonete apreendida pertence ao Rogério. A mulher saía para rua com o veículo quando foi abordada pelos policiais da Defron. Um terceiro envolvido estava na residência no momento da chegada dos policiais, porém conseguiu fugir pulando o muro.

A caminhonete que estava carregada com tabletes de maconha em Pota Porã foi apreendida e trazida para Dourados. Crédito: Osvaldo Duarte/ Dourados News

Coronel Sapucaia

Já a carga de maconha apreendida em Coronel Sapucaia - fronteira seca com Capitán Bado, Paraguai - estava em entreposto sob guarda de dupla identificada como Éder e Marcos, ambos com 32 anos de idade.  Em entrevista concedida Dourados News, o delegado da Defron, Rodolfo Daltro estimou que a pesagem da droga deve atingir cerca de 500 quilos.  

“Estamos começando a semana com estes dois [flagrantes], na semana passada já haviam sido quatro apreensões na região de fronteira”, recordou.

Maconha apreendida em entreposto deflagrado pela Defron em Coronel Sapucaia nesta segunda-feira. Crédito: Osvaldo Duarte/ Dourados News

O delegado explicou ainda que o fechamento de entrepostos nestes últimos dias é fruto de investigações que vem sendo realizadas por policiais civis da Defron, principalmente em cidades localizadas na linha de fronteira onde permanecem armazenadas para serem encaminhadas para outros Estados.

“Houve um aumento de trabalho dos policiais. Com as equipes reunidas buscando encontrar entrepostos e realizar as apreensões. Nós chegamos em junho com cerca de 44 toneladas de drogas apreendidas. É um número expressivo”, comentou Daltro durante a entrega dos entorpecentes na sede do DOF.



Fonte: Dourados News

Postar um comentário

0 Comentários