Ciclone causa mortes e deixa 89 pessoas desaparecidas na Índia

Header Ads Widget

Ticker

6/recent/ticker-posts

Ciclone causa mortes e deixa 89 pessoas desaparecidas na Índia

Reprodução

Oitenta e nove pessoas foram declaradas desaparecidas e centenas de milhares sofrem com os cortes de energia elétrica nesta quarta-feira (19), após a passagem do ciclone Tauktae pela região oeste da Índia, o que agravou o sofrimento de uma população duramente afetada pela pandemia de coronavírus.

O ministério da Defesa informou que navios da Marinha ajudaram mais de 600 pessoas em instalações de petróleo na costa. O mar estava tão agitado que as operações de resgate foram extremamente perigosas.

Ao mesmo tempo, as autoridades prosseguem com as buscas de 89 pessoas desaparecidas no naufrágio de um barco de apoio.

Os resgatados mostraram uma “ar de esperança em seus olhares, mas sem dúvida estão angustiados […] foram sacudidos pelo mar por várias horas”, declarou M.K. Jha, comandante da Marinha para a região oeste da Índia, ao canal NDTV.

Antes de tocar o solo no estado de Gujarat, o ciclone, com rajadas de até 185 km/h e chuvas intensas, provocou a morte de quase 20 pessoas no oeste e sul da Índia.

Na terça-feira, o balanço subiu a 33 mortos, a maioria vítimas de desabamentos de casas ou paredes, segundo o chefe de Governo de Gujarat, Vijay Rupani.

Mais de 16.500 casas registraram danos. O ciclone derrubou 40 mil árvores e deixou quase 6 mil municípios sem energia elétrica.

Reprodução

Fonte:matogrossomais

Postar um comentário

0 Comentários