Padrasto suspeito de engravidar enteada de 10 anos de gêmeos é preso em MG

Header Ads Widget

Ticker

6/recent/ticker-posts

Padrasto suspeito de engravidar enteada de 10 anos de gêmeos é preso em MG

Foto Ilustração Homem foi localizado na cidade de Resplendor; Em depoimento, ele confessou o crime e disse que não sabia que ela teria engravidado de gêmeos

O homem de 26 anos suspeito de estuprar e engravidar de gêmeos a enteada de 10 anos, em Governador Valadares, na região do Rio Doce, foi preso nessa sexta-feira (22), na cidade de Resplendor. De acordo com a Polícia Militar, a prisão foi feita após uma denúncia anônima. O homem estava em uma praça da cidade, tentando vender uma bicicleta, quando foi identificado por uma pessoa que passava pelo local.

A delegada responsável pelo caso, Adelina Xavier, explica que o homem prestou depoimento e confessou o crime. “Ele confessou o crime, prestou o depoimento muito tranquilo. Confessou que manteve relação sexual com a criança depois que ela fez 10 anos, foram quatro vezes e em uma dessas vezes ela teria engravidado. Ele disse não sabia que ela estava grávida de gêmeos e que ela tinha feito a interrupção da gestação. Disse que só ficou sabendo mesmo quando os policiais militares contaram para ele”, explicou a delegada.

O homem era procurado pela Polícia Civil desde a última terça-feira (19), quando a mãe da garota, que também está grávida do suspeito, prestou denúncia contra ele. A vítima estava grávida de 14 semanas, ou seja, cerca de três meses. A delegada informou que a mãe da garota teria informado que o procedimento para interrupção da gravidez teve início na noite da última quarta-feira (20) e só terminou na manhã de quinta-feira (21). No mesmo dia, a menina teve alta do hospital e foi para casa.

“Eles agora estão tentando ver se tiram a menina da cidade, para não se ter a revitimização. Porque muitas pessoas querendo ajudar e dar apoio, acabam causando um certo sofrimento a ela. Afinal ela passou por um procedimento tão traumático e acaba sendo revitimizada”, explicou a delegada.

O inquérito do caso segue em andamento.

O caso

A mãe da vítima, que também está grávida do suspeito, descobriu o crime após a menstruação da criança atrasar e a menina ser levada para fazer uma ultrassonografia, que identificou a gestação de gêmeos. A criança contou para a mãe que o padastro era o pai dos gêmeos e que ela era estuprada desde os 6 anos de idade.

A mulher se revoltou e brigou com o padastro da criança, com quem ela tem dois filhos. O homem fugiu e não foi mais localizado. Na última quarta-feira (20), ele chegou a ligar para a mãe da criança e disse que estava em Conselheiro Pena, também na região do Rio Doce, mas que ia desaparecer por medo de ser morto.

Permissão do aborto

O aborto é proibido no Brasil. Porém, a lei prevê três exceções: violência sexual, anencefalia do feto (ausência ou malformação do sistema cerebral) e gestação que oferece risco à vida da mulher.

Fonte: otempo

Postar um comentário

0 Comentários