Brasil registra 1.266 mortes por covid-19 nas últimas 24h

Header Ads Widget

Ticker

6/recent/ticker-posts

Brasil registra 1.266 mortes por covid-19 nas últimas 24h

Cemitério em Manaus (AM) durante a pandemia de coronavírus 31/12/2020 REUTERS/Bruno Kelly Foto: Reuters Nas últimas 24 horas foram registrados 62.532 testes positivos para a doença. No total, o Brasil já chega a 199.043 óbitos por covid-19

O Brasil se aproxima dos 200 mil mortos pela covid-19 nesta quarta-feira, 6. Segundo o consórcio de veículos de imprensa, foram computados 199.043 óbitos causados pela doença.

De acordo com os dados do consórcio, divulgados às 20h, nas últimas 24 horas foram registradas 1.266 mortes e 62.532 pessoas testaram positivo para a covid-19. A média móvel de óbitos, que registra as oscilações dos últimos sete dias e elimina distorções entre um número alto de meio de semana e baixo de fim de semana, ficou em 729. No total, 7.874.539 pessoas foram infectadas no País desde o início da pandemia.

O Ministério da Saúde informou, mais cedo, 1.242 novos óbitos em decorrência da Covid-19, a maior contagem diária desde o final de agosto, o que eleva o total de vítimas fatais da doença no país a 198.974

A cifra é a mais elevada para um único dia desde 25 de agosto, quando foram computadas 1.271 mortes, segundo dados do governo, que têm apontado para um repique da Covid-19 no Brasil.

Também foram notificados nesta quarta 63.430 novos casos da doença provocada pelo coronavírus, com o total de infecções confirmadas no país atingindo 7.873.830, acrescentou o ministério.

De acordo com a pasta, 6.963.407 pessoas se recuperaram da doença.

Consórcio dos veículos de imprensa

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.

Fonte: Terra

Postar um comentário

0 Comentários