Dono da Havan é detido ao tentar abrir loja em cidade com risco altíssimo para coronavírus

Header Ads Widget

Ticker

6/recent/ticker-posts

Dono da Havan é detido ao tentar abrir loja em cidade com risco altíssimo para coronavírus

Divulgação

O empresário Luciano Hang, dono da Havan, foi detido pela Brigada Militar do Rio Grande do Sul no aeroporto de Pelotas, após provocar aglomeração durante protesto pela reabertura total de sua loja na cidade, classificada com risco altíssimo de contágio pelo novo coronavírus.

O dono da rede varejista, que é apoiador do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), transmitiu sua detenção nas redes sociais e transformou a ação policial em um show. Ele assinou um auto de infração e foi liberado.

Na última sexta-feira, o Rio Grande do Sul classificou as regiões de Bagé e Pelotas, no sul do estado, com a bandeira preta do plano estadual de contingência do novo coronavírus, indicando risco altíssimo de infecção por Covid-19.

A bandeira preta não signfica lockdown ou fechamento geral das atividades. Porém, estabelece uma série de medidas mais restritivas a fim de evitar a disseminação do vírus.

Entre os protocolos, está o fechamento de comércio não essencial, abertura de redes de atacado e varejo com 25% dos funcionários. Comércio de produtos alimentícios e combustíveis podem funcionar com metade da força de trabalho.

Fonte: Yahoo

Postar um comentário

0 Comentários