Adolescente morre em casa depois de receber alta em UPA no Paraná; Médico foi afastado

Header Ads Widget

Ticker

6/recent/ticker-posts

Adolescente morre em casa depois de receber alta em UPA no Paraná; Médico foi afastado

Jovem morreu em casa horas depois de ser liberado de UPA - Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução G1

Um adolescente de 14 anos morreu em casa depois de ter sido atendido em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Cascavel, no interior do Paraná, de acordo com a família da vítima. As informações são do Portal G1.

Segundo o Consórcio Intermunicipal Samu Oeste (Consamu), o médico que atendeu Cristian Rodrigues de Oliveira foi afastado preventivamente das suas funções na UPA enquanto as circustância dos caso, que foi registrado nessa quarta-feira (11), estão sendo apuradas.

Lourdes Rodrigues Oliveira, mãe do jovem, alega que o filho ainda passava mal quando foi liberado, horas depois de ser atendido.

“Se o médico não tivesse mandado ele embora ele estaria vivo. Uma criança com febre e vomitando, e um médico liberar para ir embora? Isso não é certo. Eu espero que façam justiça”, afirmou a mãe da vítima ao G1.

Ainda conforme apuração do G1, o pedido de afastamento do médico partiu da Secretaria de Saúde de Cascavel, órgão responsável pela administração da UPA.

Uma comissão interna deve ser criada para apura se houve algum erro no atendimento de Cristian. O jovem recebeu alta e voltou com a família para casa. Horas depois, Lourdes encontrou o filho morto no quarto.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado, mas ele morreu em casa, antes de conseguir ser transferido.

Segundo a UPA, o jovem deu entrada às 2h50, nesta quarta, com febre, dor de cabeça e vômitos. Atendido, ele passou por exames, foi medicado e permaneceu em observação.

A unidade diz que ele foi reavaliado às 7h30 e, como apresentou melhora no quadro de saúde, recebeu alta.

Segundo o G1, o paciente já havia sido internado anteriormente na semana passada, em um hospital particular, para tratar de uma inflamação do rim por causa de uma infecção bacteriana.

O corpo de Cristian foi levado para o Instituto Médico-Legal (IML) de Cascavel, que ainda não divulgou um laudo confirmando a razão da morte do jovem.

Fonte: g1

Postar um comentário

0 Comentários