Caixa deposita nesta sexta-feira auxílio emergencial para nascidos em maio

Header Ads Widget

Ticker

6/recent/ticker-posts

Caixa deposita nesta sexta-feira auxílio emergencial para nascidos em maio

Aplicativo auxílio emergencial do Governo Federal (Foto: Divulgação/Marcelo Camargo)

Governo federal confirmou que o auxílio será prorrogado com mais quatro parcelas de R$ 300

A Caixa deposita nesta sexta-feira (11) auxílio emergencial de R$ 600 para 4 milhões nascidos em maio. Esse grupo faz parte do ciclo 2 com beneficiários que recebem da 1ª à 5ª parcela, dependendo da data que entraram no programa. Além dos nascidos em maio do último grupo liberado no fim de agosto.

Neste sábado (12), será liberado o saque para 7,6 milhões de beneficiários com data de nascimento em outubro e novembro. A Caixa vai abrir mais de 700 agências para o atendimento do auxílio emergencial, que também pode ser sacado nos caixas eletrônicos e lotéricas. A transferência dos valores, via aplicativo Caixa Tem, para outras contas também estará liberada para esse grupo.

O governo federal anunciou que o auxílio será prorrogado com mais quatro parcelas de valor menor, de R$ 300 cada uma. As cinco primeiras parcelas foram de R$ 600 cada, e de R$ 1.200, para mães chefes de família.

O primeiro grupo a receber a 6ª parcela do auxílio de R$ 300 será o do Bolsa Família, a partir da quinta-feira (17). O pagamento das novas parcelas para os demais beneficiários ainda não foi definido pelo Ministério da Cidadania, mas deverá ser incluído no calendário organizado por ciclos de crédito em conta digital e saques em espécie até o final do ano. Os beneficiários recebem a parcela a que têm direito no período de acordo com o mês de nascimento.

O pagamento é feito primeiro por débito na conta digital que pode ser movimentada por meio do aplicativo Caixa Tem. Com ele é possível pagar boletos e fazer compras na internet e nas maquininhas em mais de 1 milhão de estabelecimentos comerciais.

O auxílio foi criado para a população de baixa renda e trabalhadores informais enfrentarem a crise provocada pela pandemia de coronavírus. De três parcelas, passou para cinco de R$ 600 cada. Agora mais quatro de R$ 300 até dezembro. O benefício já foi pago a 67,2 milhões de pessoas, num total de R$ 192 bilhões.

FONTE: Diariodigital

Postar um comentário

0 Comentários