Brasil está no mapa de uma nova pandemia, dizem cientistas

Header Ads Widget

Ticker

6/recent/ticker-posts

Brasil está no mapa de uma nova pandemia, dizem cientistas

Folhapress - Curitiba está entre as capitais em estado mais crítico. A capital paranaense tinha na segunda apenas 18 vagas em leitos para adultos e uma UTI disponível no setor

Há seis meses o coronavírus começou a se alastrar mundo afora e, embora muitas dúvidas sobre a Covid-19 permaneçam sem resposta, a comunidade científica já se empenha em descobrir de onde virá e como deter a próxima pandemia. E no "mapa de risco" aparece o Brasil.

A África e a Ásia foi onde surgiram, respectivamente, o ebola e o novo coronavírus. Outras enfermidades podem vir destes continentes. Mas as precárias condições sanitárias, aliadas à degradação ambiental, permitiriam que novos vírus saltassem de animais para humanos também na América Latina, iniciando, assim, uma nova pandemia.

Acredita-se que o novo coronavírus tenha surgido através da intrusão humana no hábitat de animais silvestres em Wuhan, na China. No Brasil, seria possível encontrar situações semelhantes em locais insalubres, diz Antônio Charlys da Costa, cientista do Instituto de Medicina Tropical da USP: mercadospaulistas têm ratos e o esgoto corre a céu aberto em cidades como Santarém, no Pará.

Outra novidade a respeito da doença: disseminação dos coágulos pelo corpo foi confirmada em um estudo realizado por cientistas de instituições norte-americanas publicado no fim de junho na revista científica EClinicalMedicine, periódico de acesso aberto pertencente à Lancet, uma das publicações científicas mais relevantes da área médica.

Em entrevista à CNN americana, a patologista Amy Rapkiewicz, pesquisadora no NYU Langone Medical Center, hospital universitário ligado à Universidade de Nova York, e principal autora do estudo, disse que a descoberta é dramática. "Embora estivéssemos esperando esse resultado nos pulmões, acabamos encontrando os coágulos em quase todos os órgãos que estudamos", afirmou.

Com informações de O Globo

FONTE: Yahoo Notícias

Postar um comentário

0 Comentários