Da cadeia, golpistas ligavam para parentes de vítimas infectadas por Covid-19 e solicitavam depósitos

Header Ads Widget

Ticker

6/recent/ticker-posts

Da cadeia, golpistas ligavam para parentes de vítimas infectadas por Covid-19 e solicitavam depósitos

Ilustração

Polícia de MS identificou que estes criminosos conseguiram dados de pacientes nos hospitais e então ligaram para parentes, falando sobre "exames de urgência".


A Polícia Civil, por meio do trabalho de inteligência, identificou a criação de um perfil falso na rede social e que servia para a prática de golpes. Segundo a corporação, informações oficiais dos policiais, neste período de pandemia, estavam sendo usadas para que criminosos ligassem em hospitais e tentassem tirar proveito de parentes destas vítimas.



Com a investigação, é possível constatar que os golpistas atuavam de duas formas: a primeira é ligar para clínicas e hospitais, pedindo dados cadastrais dos pacientes internados. Em seguida, solicitavam depósitos bancários para parentes, dizendo ser necessária a compra de de materiais, bem como a realização de exames de urgência nos pacientes internados por conta do novo coronavírus.

Os policiais disseram que o golpe é feito por presos, que apenas mudam a razão do pedido. A segunda ocorre com o envio de e-mail para vítimas em potencial, com falso link da Delegacia Virtual da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul (PCMS), com imagens falsas, no qual dados pessoais dos supostos comunicantes e/ou vítimas de crimes são usados para registro virtual de ocorrência.

Além da capital sul-mato-grossense, foram registrados casos do tipo também em Nova Andradina. Por conta destes fatos, um perfil oficial da polícia, no Instagram, teve de ser retirado do ar.



Golpes na web
No ano anterior foram registradas 3.508 ocorrências de crimes na internet, em Mato Grosso do Sul. Em 2020, até o mês de abril, existe o registro de 1.189 boletins de ocorrências deste tipo.

Já neste período de quarentena, houve 68 ocorrências de estelionato, ocorrido via internet, entre 16 de março à 20 abril. No mesmo período, em 2019, foram registradas 72 ocorrências.

A Polícia Civil alerta a população para que fique atenta à possíveis golpes e adote rotinas que auxiliem na prevenção deste tipo de golpe. O telefone da Delegacia Virtual (Devir) é 3318-7981.

FONTE: G1

Postar um comentário

0 Comentários