Vida “volta ao normal” na fronteira e pistoleiros matam homem no meio da rua

Header Ads Widget

Ticker

6/recent/ticker-posts

Vida “volta ao normal” na fronteira e pistoleiros matam homem no meio da rua

Moradores observam corpo dentro de Fiat Palio, nesta sexta-feira em Ponta Porã (Foto: Direto das Ruas)

Homem ainda não identificado foi morto a tiros dentro de Fiat Palio com placa de SP no Jardim Planalto, em Ponta Porã 

Depois de algumas semanas de trégua por causa da pandemia do novo coronavírus, as execuções à luz do dia voltaram a aterrorizar a fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai. Homem ainda não identificado foi morto a tiros na tarde desta sexta-feira (24) em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande.

O crime ocorreu na Rua Belmiro de Albuquerque, no Jardim Planalto. O homem conduzia um Fiat Palio branco com placa de Atibaia (SP) quando foi alvejado por vários tiros e morreu no banco do motorista. Ainda não há informações sobre os atiradores. O corpo permanece no local do crime esperando a perícia da Polícia Civil.

Em 2019, segundo números não oficiais, pelo menos 250 pessoas foram assassinadas em Pedro Juan Caballero e Ponta Porã. Os primeiros dois meses de 2020 também foram sangrentos.

Entre as vítimas dos pistoleiros está o jornalista brasileiro Lourenço Veras, o Leo Veras, executado no dia 12 de fevereiro no quintal de sua casa, em Pedro Juan Caballero. Nenhum crime de pistolagem ocorrido nos últimos tempos foi esclarecido por policiais paraguaios ou brasileiros.

FONTE: CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Postar um comentário

0 Comentários