728x90

Morre no hospital homem que teve 90% do corpo incendiado pela esposa

Cômodo foi destruído pelo fogo (Foto: divulgação)

O incêndio ocorreu no dia 26 de fevereiro em um assentamento de Dois Irmãos do Buriti 


Depois de 45 dias internado com 90% do corpo queimado, Jerônimo do Nascimento Alves, 43 anos, morreu na Santa Casa de Campo Grande neste domingo (12). O incêndio ocorreu no dia 26 de fevereiro em um assentamento de Dois Irmãos do Buriti, distante 83 quilômetros de Campo Grande. A esposa de Jerônimo, Catharina Luíza Martins, 48 anos, é suspeita pelo crime.

Conforme boletim de ocorrência, durante o socorro, Jerônimo conseguiu contar aos policiais que estava deitado na cama, quando Catharina jogou gasolina em seu corpo e ateou fogo. Ela chegou a ligar para o Corpo de Bombeiros e fugiu em seguida.

Indagado sobre o fato, a vítima disse que a mulher não tinha motivo para ter cometido o crime. O cômodo onde Jerônimo estava ficou destruído. Ele foi socorrido e levado ao Hospital Municipal Cristo Rei, mas devido à gravidade foi transferido à Santa Casa. A mulher não foi encontrada no dia do crime. Até o fechamento deste texto, não havia informação se a suspeita foi localizada e presa.

O paciente deu entrada na Santa Casa no dia 27 de fevereiro com queimaduras pelo corpo. Recebeu tratamento prolongado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), passou por cirurgias, porém o quadro evoluiu para choque séptico (geralmente causado por infecção bacteriana). O óbito foi constatado às 6h20.

FONTE: CAMPO GRANDE NEWS

Postar um comentário

0 Comentários