728x90

Homem se passava por vendedora de lingerie para assediar mulheres em redes sociais

Ilustração

A Polícia Civil prendeu um homem de 27 anos que se passava por vendedora de roupas íntimas para assediar mulheres de todo o Estado. A prisão aconteceu após investigações, na última quinta-feira (9), no bairro Major Carlos Silva em Jardim.

De acordo com a polícia, ele buscava vítimas em grupos de Whatsapp e mandava mensagens se passando por familiares ou amigas que identificava nos perfis das vítimas em suas redes sociais.

Após ganhar a confiança delas, começava a conversar sobre coisas íntimas, inclusive dizia estar vendendo lingerie para solicitar fotos das mulheres seminuas.

Equipes da Delegacia Regional de Jardim realizaram diligências e localizaram o autor que confessou a autoria dos delitos e entregou o aparelho celular no qual foram encontradas várias conversas com mulheres em que ele se passava por outra pessoa.

Já foram registrados boletins de ocorrências nas cidades de Jardim, Porto Murtinho e Itaquiraí, porém podem haver mais vítimas que podem ser identificadas após o laudo pericial realizado no aparelho celular ou através de boletins de ocorrência.

Ele responderá pelos crimes de falsa identidade, perturbação da tranquilidade. Quando a vítima é criança ou adolescente, responderá ao crime de aliciar, por qualquer meio de comunicação, com o fim de com ela praticar ato libidinoso.

FONTE: opantaneiro

Postar um comentário

0 Comentários