728x90

 CLIQUE PARA ENTRAR NO GRUPO

São Paulo decreta estado de emergência

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, começou a fazer imunoterapia numa segunda fase do tratamento contra um câncer

O prefeito Bruno Covas decretou estado de emergência na cidade de São Paulo por causa do aumento dos casos de coronavírus. A decisão foi publicada no Diário Oficial do município nesta terça-feira.

A medida permite que a prefeitura dispense a realização de licitação para a aquisição de bens e serviços destinados ao combate à doença.

Também autoriza a administração municipal a requisitar bens e serviços de pessoas físicas e jurídicas, com pagamento posterior de indenização.

"Fica decretada situação de emergência no Município de São Paulo, para enfrentamento da pandemia decorrente do coronavírus, de importância internacional", diz o texto.

O prefeito Bruno Covas também anunciou que está de mudança para o edifício Matarazzo, sede da prefeitura, no Viaduto do Chá, para acompanhar o avanço do coronavírus.

Outras mudanças na cidade

Todos os eventos privados que precisam de alvará estão cancelados e equipamentos culturais de São Paulo serão fechados.

O rodízio de veículos da cidade também está suspenso a partir desta terça-feira, por tempo indeterminado.

Servidores municipais com mais de 60 anos e os que fazem quimioterapia poderão trabalhar de casa.

Os ônibus serão higienizados em todo final de linha antes de voltarem a circular.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, o estado de São Paulo tem 152 caos confirmados da doença até esta segunda-feira.

FONTE: O Globo

Postar um comentário

0 Comentários