728x90

Mais dois fugitivos de penitenciária paraguaia são presos e número de recapturados sobe para 11

Preso recaptura pela Polícia Nacional do Paraguai neste sábado, em Pedro Juan Caballero — Foto: Porã News
Preso recaptura pela Polícia Nacional do Paraguai neste sábado, em Pedro Juan Caballero — Foto: Porã News

Fuga ocorreu na madrugada do domingo passado (19); entre os fugitivos estão vários integrantes de facção criminosa de São Paulo e que também opera no Paraguai.


A Polícia Nacional do Paraguai prendeu neste fim de semana mais dois fugitivos dos 76 que escaparam no domingo passado (19) da Penitenciária de Pedro Juan Caballero. Com ele sobe para 11 o número de recapturados. Seguem foragidos 65.

No presídio, que fica próximo da fronteira paraguaia com Mato Grosso do Sul, na cidade de Ponta Porã, estavam muitos integrantes de uma facção criminosa de São Paulo, que também opera no Paraguai.

Dos recapturados neste fim de semana, um foi preso no sábado (25), o paraguaio Francisco Javier Jara Peralta Esquivel (26) vulgo, conhecido como “Mascherano” e que cumpria pena por homicídio e roubo a mão armada.

Segundo a polícia, o serviço de inteligência descobriu que Esquivel estava escondido em um inquilinato no bairro Guarani, em Pedro Juan Caballero, onde acabou sendo preso.

Já neste domingo à tarde foi preso em outro bairro da cidade paraguai, o brasileiro Mauro Vieira, de 26 anos, que estava preso por tráfico de drogas.

Na última quarta-feira (22), a Justiça paraguaia decretou a prisão preventiva de 31 agentes e do diretor do presídio, por suspeita de facilitarem a fuga. Eles devem responder por associação criminosa e outros crimes. A perícia na cadeia paraguaia já foi realizada e as investigações continuam para entender como essa fuga em massa aconteceu.

Fuga
Segundo a polícia paraguaia, 76 integrantes de uma facção criminosa brasileira fugiram da penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, que fica na fronteira com a cidade brasileira de Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul. A fuga foi descoberta no domingo (19) e teria ocorrido durante a madrugada.

O Ministério Público informou que vídeos de câmeras de segurança do presídio mostram uma movimentação intensa desde 4h do último domingo. Os 32 agentes penitenciários do presídio paraguaio, incluindo o diretor, foram presos por suspeita de terem facilitado a fuga dos detentos.

Entre os 11 recapturados está o paraguaio Cristian Javier Benítez Vera, que se entrou a pedido dos pais e que revelou ao Ministério Público do Paraguai, que os chefes da facção criminosa saíram antes dos outros da Penitenciária, e pela porta da frente.



FONTE: G1

Postar um comentário

0 Comentários