COMPARTILHE


Trio é preso ao invadir banco e tentar furtar cofre em MS: 'Queria R$ 50 mil para levar família à praia e dar rolê'

Trio foi preso ao tentar furtar agência bancária em MS, diz delegado — Foto: Graziela Rezende/G1 MS

Três homens foram presos em Campo Grande, após tentativa de furto a uma agência bancária, na avenida Eduardo Elias Zahran. Segundo a polícia, o crime ocorreu no dia 31 de dezembro do ano anterior e eles levaram uma esmeriladeira e pretendiam cortar o cofre do local. Além do trio, dois outros suspeitos também foram identificados e estão com a prisão preventiva decretada pela Justiça.





Na ocasião, a Polícia Militar (PM) foi acionada durante a madrugada, porque o alarme disparou e, juntamente com as buscas da Delegacia Especializada em Repressão à Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros (Garras), Roger Bernardino da Silva, de 23 anos, foi preso em flagrante.

"Foram feitas buscas e agora as investigações procedem. Hoje, fomos na casa dos suspeitos e inclusive utilizamos as imagens de drone na identificação do paradeiro. O primeiro foi preso no bairro Estrela Parque e confessou envolvimento no crime, já que achamos o equipamento usado na ação e inclusive dois celulares do banco. Já o outro estava no bairro Piratininga, com o carro em que ele levou os bandidos até o banco", afirmou ao G1 o delegado João Paulo Sartori, responsável pelo inquérito.
Polícia apreendeu com suspeito equipamento usado em ação criminosa e máscara — Foto: Graziela Rezende/G1 MS

Os homens presos nesta segunda-feira (14) foram identificados como Johnny Mênix Rodrigues, de 30 anos e Alessander Fleitas Laranjeira, de 21 anos. Todos eles possuem antecedentes criminais. "O Johnny também confessou a tentativa de furto a outra agência, no bairro Moreninhas. Eles chegaram a fazer alguns furos na parede, mas, não conseguiram entrar. Este caso foi uma semana antes da invasão ao outro banco e continua sendo apurado", explicou Sartori.





Na casa do Johnny, também foi apreendida uma máscara, na qual ele disse que usou para participar de uma "marcha a favor da maconha". "Mas, para o crime, vou de cara limpa mesmo", complementou. Questionado sobre a tentativa de furto ao banco, ele disse que "tinha uma informação de que os malotes tinham levado muito dinheiro" e, por isso, foram até o local. "Precisava de um dinheiro, queria R$ 50 mil para levar família à praia e dar um rolê. Agora, perdi até a minha mina", finalizou.
Objetos apreendidos pela polícia durante buscas por bandidos em MS — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Os envolvidos vão responder por furto qualificado e integrar organização criminosa.



Fonte: G1 MS

Compartilhe no Google Plus

Sobre Itaquirai News

Itaquirai News Seu Portal de Noticias de Itaquirai e Região

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário...

DOE E AJUDE A MANTER O SITE