728x90

Marido flagra esposa sendo estuprada em hospital após parto

[Divulgação]

A dupla começou a falar coisas obscenas e chegaram a se masturbar, introduzindo os dedos na vagina da vítima, enquanto a vítima estava desacordada. O caso aconteceu em Manaus.

 Uma mulher, não identificada, teria sido abusada por dois funcionários da Maternidade Moura Tapajós logo após ter dado à luz. A denúncia foi registrada na Polícia Civil para investigação, na última terça-feira(4).
 

De acordo com o marido da vítima, ele foi convidado pela equipe médica para assistir o parto cesariana. Após os procedimentos, todos saíram da sala e ele permaneceu no local com a esposa sedada, minutos depois, dois funcionários entraram na sala conversando sobre assuntos diversos.

Não percebendo a presença do esposo, os funcionários mudaram o diálogo e começaram a falar coisas obscenas sobre quem iria tocar a mulher primeiro. Eles chegaram a introduzir dedos na vagina da vítima enquanto se masturbavam.

Ao presenciar a cena, o marido questionou o que os homens estavam fazendo. Os funcionários saíram da sala e voltaram minutos depois com o material para fazer a limpeza da mulher, que continuava inconsciente.


O caso foi registrado no 8º Distrito Integrado de Policial para investigação. Segundo o delegado Demetrius Queiroz, os suspeitos serão convocados a prestar esclarecimentos na delegacia e podem ter a prisão preventiva decretada, caso o crime seja comprovado. Os homens podem ser condenados até 15 anos de prisão por estupro, já que a vítima estava insconsciente e não poderia se defender.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informou que os funcionários foram afastados dos cargos e que uma sindicância foi aberta para apurar a denúncia. Os homens terão chance de defesa, mas se for provado o crime, eles serão punidos.

Fonte: News Rondonia



http://www.itaquirainews.com/p/blog-page_8.html

Postar um comentário

0 Comentários