COMPARTILHE


 Clique aqui para entrar
Clique para entrar 👆👆👆

Polícia Civil cria força-tarefa para apurar execuções em Campo Grande

Carro da vítima foi metralhado por suspeitos em Campo Grande — Foto: Polícia Militar/Divulgação

A Polícia Civil criou uma força-tarefa, com delegacias especializadas, para apurar as execuções ocorridas nos últimos quatro meses, em Campo Grande.





Policiais da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros (Garras), além da Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deco) e Delegacia Especializada em Repressão à Homicídios (DEH) vão atuar nos inquéritos.
Motorista foi executado com tiros de fuzil em Campo Grande — Foto: Robson de Castro/Arquivo pessoal

Há quatro dias, Orlando da Silva Fernandes, de 41 anos, foi executado com tiros de fuzil, em frente a uma barbearia, no Jardim Autonomista. Ele atuou como segurança do narcotraficante Jorge Rafaat, morto na fronteira do Paraguai em 2016.

Orlando foi atingido na cabeça quando estava indo em direção ao carro dele. A polícia encontrou pelo menos 40 capsulas de bala no local do crime. Na carteira da vítima foram encontrados um cheque no valor de R$ 240 mil e R$ 1,2 mil em dinheiro.





Dias antes, em 18 de outubro, o empresário Marcel Costa Hernandes Colombo, de 31 anos, foi morto com uma pistola 9 milímetros, no início da madrugada, em um bar na avenida Fernando Correa da Costa, a polícia conseguiu novas imagens dos suspeitos e constatou que eles tinham carro de apoio.
Marcel Colombo, em foto nas redes sociais, antes de ser preso pela PF em dezembro de 2017 — Foto: Reprodução/TV Morena

Já em junho deste ano, Ilson Martins de Figueiredo foi morto na na avenida Guaicurus, Jardim Itamaracá. A vítima foi perseguida por atiradores e atingido, quando perdeu o controle da direção, derrubou uma placa de sinalização, parte de um muro e parou. Ele estava sozinho no carro.





Conforme o relato das testemunhas à polícia, quando o carro da vítima parou, suspeitos desceram do automóvel onde estavam, foram até o homem e deram mais tiros. O corpo do homem ficou no carro. Na porta do veículo ficaram marcas de tiros e no asfalto projéteis. Até o momento, ninguém foi preso.

Fonte: G1

Compartilhe no Google Plus

Sobre Itaquirai News

Itaquirai News Seu Portal de Noticias de Itaquirai e Região

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário...