COMPARTILHE


Membros do PCC que mataram PM em MS são condenados a 208 anos

Foto: André Barbosa/JPNews

A segunda fase do julgamento de 17 réus pela morte de um policial militar aposentado, que foi desmembrado em quatro por causa da quantidade de envolvidos, aconteceu ontem, segunda-feira (14), e mais três foram condenados. Somadas ao primeiro júri, as penas já chegam a 208 anos de prisão.





O primeiro júri ocorreu no dia 9 de maio, quando Cléverson Messias Pereira dos Santos, Maicon Gomes de Souza e Marcos Barbosa, foram condenados a um total de 63 anos de cadeia. A pena mais extensa foi de Cléverson: 39 anos e 5 meses; Maicon recebeu pena de 26 anos e 4 meses, e Marcos, 7 anos e 3 meses. Este último foi o único que teve desqualificada a acusação de homicídio qualificado.

No júri da segunda-feira (14), João Carlos Olegário da Silva foi condenado a 34 anos, Jorge Aparecido dos Santos a 51 anos e Jair da Costa Silva a 50 anos de prisão. As penas somadas, agora, chegam a 135 de prisão. Com as sentenças da primeira fase já são 208.





O próximo júri está marcado para o dia 23 de maio e o último no dia 30 de maio.

Na última quarta-feira (9) durante o primeiro júri, o 2º Comando da Polícia Militar realizou um esquema especial de segurança dentro e fora da Comarca. Inclusive, um helicóptero do Comando Geral de Campo Grande, auxilia no monitoramento.

Fonte: MS Noticias

Compartilhe no Google Plus

Sobre Itaquirai News

Itaquirai News Seu Portal de Noticias de Itaquirai e Região

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário...