COMPARTILHE


 Clique aqui para entrar
Clique para entrar 👆👆👆

Bebê baleado na barriga da mãe está paraplégico

Foto: Reprodução


A gestante de nove meses foi atingida por disparos feitos em um confronto

Na tarde de sexta-feira (30/6), prestes a dar à luz, Claudineia dos Santos Melo, 29 anos, foi baleada na barriga, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. A gestante de nove meses foi atingida por disparos feitos em um confronto na Favela do Lixão, na Baixada Fluminense.


Após ser socorrida, a vítima precisou passar por uma cesariana de emergência no Hospital Municipal Moacyr do Carmo, em Duque de Caxias. O bebê foi atingido no tórax e no lóbulo de uma das orelhas. O laudo do Hospital estadual Adão Pereira Nunes, onde a criança está internada, revela que o recém-nascido está sedado e respira por aparelhos. Segundo o documento, obtido pelo EXTRA, o bebê está em estado “grave estável, em ventilação mecânica, sedado, com dreno de tórax bilateral”.

O laudo também aponta uma lesão na vértebra do bebê, na altura do tórax. Segundo José Carlos Oliveira, secretario de saúde de Duque de Caxias, essa lesão deixou o recém nascido paraplégico.


A mãe continua internada no Hospital municipal Dr. Moacir Rodrigues do Carmo e tem quadro estável. Ao jornal, Klebson Cosme da Silva, de 27 anos, pai do bebê, afirmou estar mais preocupado com a saúde do filho e da esposa do que com os culpados pelo acontecido. O nome que os dois escolheram dar ao filho é Arthur.

“Morando em comunidade, a gente sabe como é. Mas prefiro não falar muito sobre isso. Não quero saber quem atirou, só quero que a minha mulher e o meu filho fiquem bem. É uma preocupação dupla, mas tenho fé que eles vão ficar bem”, disse o pai ao EXTRA.

Entenda o caso
Claudineia chegou ao hospital com perfuração na barriga. Grávida de 39 semanas, ela estava sozinha em um mercado da Favela do Lixão, quando teve início uma troca de tiros entre policiais e traficantes.


Ela foi levada para o Hospital Moacyr do Carmo, e operada. Quando os médicos tiraram o bebê, perceberam os ferimentos no tórax. “Eu sou cirurgião e já vi muita coisa. Mas nunca vi nada assim. A equipe teve que ter muito controle para lidar com a situação”, afirmou o secretário.

 O bebê teve de ser entubado ao nascer. Na Unidade de Terapia Intensiva, foi diagnosticado pneumotórax bilateral (entrada de ar na pleura, a membrana que recobre os pulmões). Novos exames diagnosticaram lesão na medula e “um quadro muito grave de HSA (hemorragia subaracnóidea)”, que corresponde a um quadro de acidente vascular cerebral hemorrágico.

O bebê foi transferido do Moacyr do Carmo para o Hospital Estadual Adão Pereira Nunes. O primeiro atendimento e os procedimentos realizados no Moacyr do Carmo foram fundamentais para a sobrevivência da mãe e do bebê. As próximas horas são fundamentais para a evolução do quadro do bebê”, afirmou Oliveira, no sábado  (1/7).


A Polícia Militar informou que policiais do 15º BPM (Caxias) fizeram operação para o combate ao tráfico de drogas na Favela do Lixão e foram atacados pelos traficantes na saída da comunidade. De acordo com a PM, os policiais não revidaram. Moradores pediram socorro para Claudineia e o bebê. Três homens foram presos na operação. Foram apreendidos 101 sacolés de cocaína e um rádio transmissor.

Fonte: G1



http://www.itaquirainews.com/p/blog-page_8.html
Compartilhe no Google Plus

Sobre Itaquirai News

Itaquirai News Seu Portal de Noticias de Itaquirai e Região

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário...