COMPARTILHE


Veja Também:


Crianças sequestradas pelo pai e encontradas sem vida estavam abraçadas
Mãe dá à luz ao seu 5° filho no carro em movimento e grava tudo

Polícia Civil identifica e prende autor de atropelamento em Amambai

[Ilustração]

Por meio de trabalho de investigação contínua, a equipe plantonista na Delegacia de Polícia Civil local identificou e prendeu, no início da manhã dessa segunda-feira, 13 de março, o motorista responsável pelo atropelamento que vitimou fatalmente de um ciclista de 48 anos na manhã de ontem (12) em Amambai.

Joaquim Flores dos Santos, o “Joaquim Eletricista”, morreu a caminho do hospital após ser atropelado por um veículo, que na ocasião fugiu sem prestar socorro, quando trafegava pela Rodovia MS-156, trecho que liga Amambai a Tacuru.

Ao tomar conhecimento do atropelamento, os investigadores passaram a atuar no caso e chegaram ao condutor do veículo envolvido no acidente, o universitário do curso de Ciências Sociais, Algacir Amarília, de 26 anos.

Ao ser abordado em sua residência situada na Aldeia Amambai, em Amambai, Algacir que é indígena, confirmou, segundo a polícia, ser o condutor do carro envolvido no acidente e levou os policiais até onde o veículo se encontrava, em uma residência situada em outra aldeia do município, a Aldeia Limão Verde, localizada nas proximidades do local onde ocorreu o atropelamento.

De acordo com a Polícia Civil, o carro, um Gol cor preta, placas AED 2889 de Caarapó-MS, foi localizado coberto com uma lona e estava com a parte dianteira, lado direto, bastante danificada, segundo a polícia, em decorrência do choque contra o ciclista.

Segundo a polícia ao ser indagado, Algacir Amarília teria relatado que se deslocava em companhia de sua esposa da Aldeia Amambai onde reside para a casa de sua sogra, que mora na Aldeia Limão Verde, quando o ciclista, que se deslocava às margens da rodovia estadual, repentinamente teria pendido para o centro da pista, o que teria impossibilitado evitar o choque.

Em relação a deixar o local sem prestar socorro à vítima, o indígena teria relatado que teria ficado apavorado com a situação no momento. Segundo a polícia ele teria relatado também que pretendia se apresentar na Delegacia de Amambai nessa segunda-feira.

De acordo com a Polícia Civil, o universitário foi autuado em flagrante pelo crime de omissão de socorro e também deverá responder a processo por homicídio culposo na direção de veículo automotor, aquele onde a pessoa mata sem a intensão de matar.

Por conta da omissão de socorro Algacir permanece preso. Ele deverá ser submetido a audiência de custódia junto ao Poder Judiciário em Amambai na tarde dessa segunda-feira onde o juiz, baseado no que diz a legislação em vigor no País, irá decidir se mantém a prisão o libera o universitário para responder ao processo em liberdade.


Fonte: A Gazeta News




http://www.itaquirainews.com/p/blog-page_8.html
Compartilhe no Google Plus

Sobre Itaquirai News

Itaquirai News Seu Portal de Noticias de Itaquirai e Região

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário...