COMPARTILHE


Detentas não aceitam mulher que fazia ritual com criança

Polícia faz escolta de tia de criança vítima de ritual de magia negra. (Foto: Paulo Ribas)


 A presença no presídio feminino de Campo Grande da mulher de 31 anos que assumiu praticar ritual de magia negra com o sobrinho de 4 anos causou início de rebelião na tarde de quarta-feira (24).

As outra detentas não aceitaram que ela permanecesse no local. Os agentes tentaram mantê-la em cela isolada, mas enquanto havia a remoção, as presas passaram a fazer tumulto e algumas chegaram a quebrar o cadeado da cela.

Policiais do Batalhão de Choque foram chamados para controlar a situação e também realizaram operação "pente fino" no presídio feminino.

Foi necessário que todas as presas fossem levadas para o pátio para possibilitar que a suspeita do crime de maus-tratos fosse retirada da unidade prisional.

Sem condições de segurança para seguir presa na unidade, a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário decidiu transferir a tia da criança vítima de rituais de magia negra para unidade do interior do Estado. Não foi divulgado a cidade para se evitar novo tumulto.

A mulher foi presa pela Polícia Militar na noite de terça-feira (23), junto com o marido, de 46 anos. Já a criança foi levada pelo Conselho Tutelar à Santa Casa por volta das 17h00 de terça-feira com vários ferimentos graves e pode perder a visão por conta dos maus-tratos que sofria.

O casal tinha a guarda da vítima desde maio do ano passado e conselheiras vinham acompanhando o caso. Um sobrinho também participou dos rituais e foi preso na quarta-feira (24) em Aquidauana.

O tio da vítima deve ficar detido no Instituto Penal de Campo Grande, em setor separado.


Fonte: Correio do Estado



Compartilhe no Google Plus

Sobre Itaquirai News

Itaquirai News Seu Portal de Noticias de Itaquirai e Região

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe Seu Comentário...